IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Y BALANCE TEST (YBT) NÃO APRESENTA CORRELAÇÃO COM FUNÇÃO AUTORRELATADA EM PACIENTES COM RECONSTRUÇÃO DO LCA

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

INTRODUÇÃO: O Y Balance Test (YBT) avalia o equilíbrio dinâmico em três direções distintas, anterior (ANT), posteromedial (PM) e posterolateral (PL), apresentando correlação com as medidas de força relacionadas aos membros inferiores, como flexão e extensão do joelho e a força do quadril. O YBT tem sido utilizado em pacientes após a reconstrução do ligamento cruzado anterior (R-LCA), assim como os questionários International Knee Documentation Committee (IKDC) e Anterior Cruciate Ligament-Return to Sport After Injury (ACL-RSI). No entanto, a literatura mostra-se limitada quanto a correlação do YBT e as medidas autorrelatadas. OBJETIVO: Verificar a correlação entre os alcances do YBT com medidas de função autorrelatada avaliadas pelo IKDC e ACL-RSI em pacientes submetidos a reconstrução do ligamento cruzado anterior (R-LCA). METODOLOGIA: Trata-se de um estudo transversal composto por 59 pacientes que realizaram R-LCA com no mínimo 6 meses de cirurgia, desconsiderando lesões associadas ao Ligamento Colateral Medial, Ligamento Colateral Lateral e Ligamento Cruzado Posterior. Os pacientes responderam aos questionários IKDC, composto por 10 itens de análise funcional, sintomatológica e desportiva , variando 0-100 (100 representa maior função do joelho) e ACL-RSI, formado por 12 itens de caráter psicológico associados ao retorno ao esporte (emoção, confiança de desempenho e risco de re-lesão). Posteriormente, submetidos a avaliação do equilíbrio dinâmico, da simetria e do alcance total no YBT. Para análise dos elementos coletados usamos o teste de Kolmogorov-Smirnov para se estabelecer as normalidade dos dados, média e desvio padrão como medidas de tendência central e de dispersão e a correlação de Pearson para estabelecer as correlações lineares. RESULTADOS:Os dados analisados no presente estudo apresentam fraca relação entre o desempenho no YBT (ANT, PM e PL) e os questionários IKDC e ACL-RSI. Em contrapartida, houve apenas significativa correlação negativa entre a simetria do alcance anterior e IKDC (r = 0,35; p = 0,006). CONCLUSÃO: O desempenho demonstrado pelo YBT não se correlaciona com as medidas de funcionalidade e prontidão psicológica autorrelatadas, IKDC e ACL-RSI, exceto na análise do déficit de alcance anterior.

Palavras-chave (máximo 3)

Ligamento cruzado anterior, força muscular, equilíbrio postural.

Área

Biomecânica

Autores

João Perez Maciel Neto, Carlos Augusto Silva Rodrigues, Thamyla Rocha Albano, Antônio Kayro Pereira Melo, Pedro Olavo de Paula Lima, Gabriel Leão Peixoto Almeida