IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Estudo comparativo entre análises subjetiva e objetiva do valgo dinâmico nos testes de salto e descida do degrau em atletas

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

Introdução: Dentre os fatores etiológicos relacionados ao surgimento da disfunção fêmoro-patelar e lesões do complexo articular do joelho, incluindo lesões ligamentares e meniscais, pode-se destacar a presença do valgo dinâmico ou colapso medial do joelho. Para avaliar este parâmetro, pode-se utilizar uma análise objetiva (sistemas de câmeras sofisticados) ou uma análise subjetiva (olhar clínico, porém com critérios de classificação já estabelecidos na literatura científica) por meio dos testes de salto e descida de degrau e, deste modo, identificar este padrão alterado de movimento que pode predispor o indivíduo às lesões e, com isso, propor programas preventivos. Objetivo: Verificar a correlação entre as análises subjetiva e objetiva nos testes de salto e descida de degrau para caracterizar a presença ou não do valgo dinâmico. Métodos: Análise comparativa seguindo critérios definidos no estudo, com parecer CEP/HCRP n° 8261/2017. Foram avaliados 20 atletas amadores, sendo nove do sexo masculino (23,77 ± 4,68 anos) e onze do sexo feminino (24,63 ± 6,31 anos), o qual o alinhamento dos membros inferiores foi analisado durante os testes de salto (Drop-jump Landing Test) e descida de degrau (Single Leg Squat Test). Para a análise objetiva, utilizou-se o sistema de câmeras Qualisys® ProReflex com processamento dos dados pelo software Qualisys® Track Manager 1.6.0.x – QTM. Por outro lado, para a análise subjetiva, utilizou-se o olhar clínico seguindo os critérios de classificação de EKEGREN et al. (2009) e CROSSLEY et al. (2011), com ou sem auxílio de filmagem por câmera simples de um celular. As avaliações foram feitas, individualmente, em apenas um dia com duração aproximada de uma hora. Os atletas foram recrutados aleatoriamente dentro da Universidade de São Paulo, campus Ribeirão Preto, e posteriormente por assessorias esportivas. Resultados: A partir da análise da acurácia dos testes propostos, obteve-se como resultado acurácia muito boa (>0,8) para o teste de salto do degrau (Drop-jump Landing Test) e acurácia boa (0,75) para o teste de descida do degrau (Single Leg Squat Test), segundo análise visual comparativa à avaliação de câmeras (padrão ouro). Conclusão: Decorrente da análise primária da acurácia dos testes, a avaliação visual subjetiva de baixo custo pode ser utilizada na ausência de laboratórios especializados para diagnosticar a presença do valgo dinâmico, o qual pode predispor os indivíduos às lesões, sobretudo do complexo articular do joelho.

Palavras-chave (máximo 3)

Geno valgo, Lesões em Atletas, Análise Clínica

Área

Prevenção

Autores

Bianca Carneiro Santana, Marcelo Camargo Saad, Marcelo Riberto