IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Efeito da fotobiomodulação por diodos emissores de luz no desempenho e dano muscular de atletas de rúgbi: Resultados preliminares

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

Introdução: A fototerapia é utilizada para acelerar a recuperação e reduzir os danos musculares causados pelo exercício físico, porém o melhor momento de aplicação ainda é controverso. Objetivos: Avaliar os efeitos da terapia com diodos emissores de luz (LED) aplicada em diferentes momentos na resposta ergogênica e dano muscular de atletas de rúgbi. Métodos: Ensaio clínico randomizado cruzado (cross-over), aprovado no comitê de ética (n°:2855323) e clinical trials (NCT03728439), composto por 7 atletas de rúgbi do gênero masculino. O estudo foi realizado por quatro semanas, em cada semana o atleta foi submetido aleatoriamente a uma das quatro condutas: sem LED (CO), LED antes (Lpré), LED no intervalo (Lint) ou LED após o protocolo de exercício (Lpós). O protocolo de exercício consistiu na execução do teste de desempenho anaeróbio Bangsbo Sprint test (BST), com tempo dos sprints mensurado por fotocélulas posicionadas no início e no final do teste, seguido do teste de desempenho aeróbio YO-YO intermittent recovery level 1 (Yo-YoIR1). Após a realização desses, os participantes permaneciam em repouso por 10 minutos e eram submetidos novamente ao BST e Yo-YoIR1. Foram coletadas amostras sanguíneas para análise da creatina quinase (CK) pré-exercício, no final da segunda bateria de testes e 48 horas após. Para a análise do lactato as coletas sanguíneas aconteceram pré, imediatamente após o segundo YoyoIR1 e 10 minutos após o término deste (final da aplicação Lpós). O equipamento de LEDterapia era composto por 15 LEDs com comprimento de onda de 850nm (±20nm) e densidade energética por LED de 8 joules/cm², oferecendo 120J/cm² por aplicação. Foram realizadas duas aplicações no quadríceps femoral, duas nos isquiotibiais e uma no gastrocnêmio, em ambos membros inferiores. Resultados: A comparação do desempenho intragrupos mostrou que somente o grupo Lpré apresentou diferença do primeiro teste de YoyoIR1 para o segundo (p=0,01). Entre os grupos, foi observada diferença significativa (p<0,05) no primeiro teste de Yoyo1R1 entre Lpré (731,4±261 metros) e Lpós (605,7±248 metros). O grupo controle apresentou aumento significativo no tempo total dos sprints na comparação entre o primeiro e o segundo BST, com piora de desempenho. A análise da CK não estabeleceu diferenças entre os grupos nos momentos avaliados. Os valores de lactato aumentaram significativamente após o exercício, entretanto apenas os grupos Lpré e Lpós reduziram esse valor de forma significativa após 10 minutos do término do protocolo de exercício. Conclusão: A LEDterapia aplicada antes do protocolo de exercício estabeleceu melhora do desempenho aeróbio. Irradiações pré, no intervalo e após o exercício mantiveram o desempenho anaeróbio nos sprints máximos, entretanto, apenas aplicações de LED antes e depois do exercício foram capazes de acelerar a remoção de lactato sanguíneo.

Palavras-chave (máximo 3)

Dor muscular; fototerapia; rúgbi.

Área

Atendimento emergencial & Recovery

Autores

Vanessa Batista Da Costa Santos, Amanda Maximo Alvares, Priscila Chierotti, John Christopher Chen Hsiao, Leandro Vaz Toffoli, Christiane de Souza Guerino Macedo