IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Tratamento da condromalácia patelar como consequência do pós-operatório de lesão completa de LCA em desportista: Relato de Caso

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

Introdução: No PO (pós-operatório) de reconstrução total do LCA (Ligamento Cruzado Anterior) pode haver diversas complicações gerada pelo estreses cirúrgico, dentre elas a condromalácia patelar devido uma fraqueza do quadríceps femoral. Tal ineficiência deste grupo muscular gera o atrito da face articular da patela sobre os côndilos do fêmur, que por sua vez provoca processo inflamatório e dor intensa na região. Objetivo: Avaliar um plano de tratamento da condromalácia patelar como consequência do pós-operatório de lesão completa de LCA em desportista. Método: Trata-se de um estudo caso de um paciente com diagnóstico clínico de ruptura total do ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho direito gerada por lesão traumática em rotação com flexão durante a prática desportiva amadora. Após 3 semanas de PO, apresentou diminuição de força nos músculos da coxa direita para grau 3 comprovada no teste força muscular, dificuldade de deambulação durante avaliação postural dinâmica e sensação de instabilidade na articulação citada, além de um perimetria de 37 cm de circunferência do membro acometido quanto o membro sadio estava com 45 cm além de relatar dor ao teste de compressão patelar. Resultado: Foi realizado ciclo de 25 (vinte e cinco) atendimentos com ênfase no uso do LASER 830nm com 3 J/cm2 para melhorar do processo inflamatório e analgesia, exercícios de isometria evoluindo para ativo livre e ativo resistido para ganho de força muscular, e sendo realizado (cinco) vezes por semana e reavaliações periódicas para verificar os efeitos do tratamento proposto. Os resultados encontrados confirmaram os benefícios do uso do LASER associado ao fortalecimento muscular por meio de exercícios isométricos e resistidos melhorando a força e estabilidade articular. Após o período de atendimentos, foi observado ganho de força muscular de grau 3 para 5 além de melhora da deambulação e aumento da circunferência do membro acometido para 45 cm além de ausência de dor ao teste de compressão patelar. Conclusão: Após a finalização do tratamento proposto, foi possível verificar a eficácia do uso do LASER associado ao fortalecimento muscular por meio exercícios resistidos trazendo bons resultados no tratamento da dor e da diminuição de força.

Palavras-chave (máximo 3)

Fototerapia, LCA, Fortalecimento Muscular.

Área

Retorno ao Esporte

Autores

Pedro Pinheiro de Queiroz Neto, Luciano Cicero Amorim Filho, Josenilda Malveira Cavalcanti