IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Efetividade da técnica de rotação de joelho pelo conceito mulligan na melhora clínica de praticantes de artes marciais. Um estudo clínico randomizado cego controlado placebo piloto

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

Introdução: As artes marciais chegaram à China vindo de Tibet 2.000A.C, passando pelo Japão, e se tornando conhecida popularmente como jiu jitsu e judô. Por meio de gestos e métodos de imobilização, a prática esportiva causa lesões no joelho que correspondem de 21% a 44% das queixas, por outro lado, a terapia manual é uma ferramenta que traz benefício rápido e eficaz na correção da artrocinemática, dessa forma, por meio do conceito mulligan o tratamento baseia-se no princípio de promover mobilização articular associado à movimentos ativos na melhora do sintoma e função. Objetivo: Identificar a efetividade da Técnica de Rotação Interna de Joelho pelo Método Mulligan® na melhora clínica e funcional de atletas de jiu-jitsu e judô. Metodologia: A pesquisa foi realizada em 4 academias de Itapetininga-SP. A amostra constituiu em 4 grupos de 5 atletas de ambos sexos, praticantes de Jiu jistu ou Judô. Foram sorteados aleatoriamente cego para a divisão nos 4 grupos. Após avaliação física, os atletas realizaram o teste funcional de salto unipodal Hop Test e responderam o questionário validado e traduzido na versão Brasileira - Lysholm Scoring Scale. Os grupos foram denominados em Grupo Mulligan (GMull); Grupo Academia (GAcad); Grupo Placebo (GPlac); Grupo Controle - (GCtrl). Como critérios de Inclusão, todos os sujeitos necessitariam apresentar sintoma de dor na flexão de joelho entre 60º à 120º e não ter histórico de cirurgia. Como critérios de exclusão histórico de atletas que passaram por cirurgia nos membros inferiores e realizaram tratamento fisioterapêutico nos últimos 3 meses. O GMull, recebeu a técnica de rotação interna de joelho, 2 vezes por semana por dois meses o GAcad, realizaram fortalecimento do m. quadríceps e m. isquiotibiais, com 70% de 1 RM 2 vezes por semana por 2 meses; O GPlac, recebeu uma técnica de imposição de mãos sobre o joelho, sem qualquer intenção de tratamento 2 vezes por semana por 2 meses e o GCtrl foi avaliado e reavaliado após 2 meses. Todos os sujeitos participaram forma voluntária e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido Análise Estatística os dados coletados foram analisados em um programa específico para análise estatística (SPSS - Statistical Package for the Social Sciences®, versão 23.0). Resultados: Os resultados foram tratados em cada grupo através de análise de variância para medidas repetidas, com verificação post-hoc de Tukey. Em todos os casos, foi adotado nível de significância de p < 0,05. resultados. O teste de anova de uma via mostrou que não existe efeito entre os grupos analisados [F(3,15) = 1,874; p=0,177]. Segundo post-hoc de Tukey mostrou que não há diferença estatística entre os grupos com p >0,05. Conclusão: a técnica de rotação do joelho pelo método Mulligan® não foi melhor que outras intervenções na melhora clínica e funcional de atletas de jiu-jitsu e judô.

Palavras-chave (máximo 3)

Joelho; Ortopedia; Medicina Esportiva

Área

Tratamento

Autores

Lucas Gomes Silva, Heverson Felipe Pranches Carneiro, Leonardo Luiz Barretti Secchi