IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Correlação entre teste de função do glúteo médio e máximo e hop test, em atletas de futebol

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

Introdução: O futebol é a modalidade esportiva mais praticada no mundo. Dessa forma, compreender suas relações torna-se de grande importância para o esporte. O hop test é utilizado para avaliação da força e da confiança nos membros inferiores, com pequeno gasto de tempo e mínima demanda financeira. Entretanto, devido a sua utilização principalmente em situações de retorno à atividade após lesões, existem lacunas sobre a possibilidade de aplicação desse teste para avaliar função muscular, que também pode ser mensurada por outros testes específicos, como aqueles que avaliam a resistência muscular, bem como a correlação entre essas medidas de desempenho. Objetivo: Avaliar a função muscular do glúteo médio e máximo para verificar se existe correlação desta variável com o desempenho no hop test. Métodos: Participaram deste estudo 27 jogadores de futebol profissional (22,96±4,33 anos; 76,41±8,18 kg; 1,78±0,07 m; 23,97±1,38 kg/m2; 5,48±4,64 anos de prática esportiva), vinculados a uma equipe de segunda divisão de um município de médio porte de Minas Gerais. Os atletas foram submetidos à avaliação da função do glúteo médio direito (GMED D), glúteo médio esquerdo (GMED E), glúteo máximo direito (GMAX D) e o glúteo máximo esquerdo (GMAX E), quanto a suas repetições máximas; e posteriormente foi avaliado o desempenho no hop test direito (HOP D) e hop test esquerdo (HOP E), quanto à média da distância saltada em 3 tentativas válidas, mensurada em metros. A análise dos dados foi realizada por meio do teste de correlação produto-momento de Pearson, com α=5%. Resultados: Em relação aos testes de função muscular, foram observados os seguintes valores de desempenho: GMED D (45,44±16,62 repetições), GMED E (44,11±15,70 repetições), GMAX D (56,74±25,32 repetições), GMAX E (53,48±24,30 repetições) e, em relação ao desempenho no hop test, foram identificados: HOP D (2,06±0,20 m) e HOP E (2,08±0,19 m). Não foi observada correlação entre: GMED D e HOP D (R=0,12; p=0,54); GMED E e HOP E (R= 0,06; p=0,77); GMAX D e HOP D (R= 0,14; p=0,54); GMAX E e HOP E (R= 0,09; p=0,64). Apesar disso, foi observada uma correlação moderada entre GMED D e GMAX D (R=0,56; p=0,002); GMED E e GMAX E (R=0,54; p=0,004). Conclusão: Este estudo mostrou que não existe uma correlação entre a função muscular do glúteo médio e máximo e desempenho no hop test, embora ambas as funções musculares estejam correlacionadas.

Palavras-chave (máximo 3)

Futebol, força muscular, aptidão física

Área

Biomecânica

Autores

Vitória Alves Teixeira, Bruno Kenji Facirolli Fukuhara, Fernando David De Oliveira Silva de Souza, Victor Silva Alves, Daniel Ferreira Moreira Lobato