IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Avaliação eletromiográfica dos músculos tríceps braquial e deltoide em jovens nadadores

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

INTRODUÇÃO: A eletromiografia (EMG) é uma técnica que possibilita o registro de impulsos elétricos gerados pelo músculo durante a sua contração, principalmente utilizado para identificar padrões normais e patológicos da atividade muscular ao longo do movimento. OBJETIVO: Avaliar a atividade eletromiográfica dos músculos tríceps braquial (porção longa) e deltoide (porção posterior) durante a simulação do nado crawl em atletas com idade escolar. MÉTODOS: A pesquisa teve uma amostra de treze nadadores em idade escolar, sendo seis do sexo masculino e sete do sexo feminino. Foi utilizado para a avaliação um eletromiógrafo da marca Miotec®, com os eletrodos nos músculos deltoide posterior e porção longa do tríceps braquial de acordo com as recomendações do SENIAM (Surface Electromyography for Non-Invasive Assessment of Muscles), durante o movimento de extensão do ombro, enquanto os atletas simulavam o nado crawl. Foram analisados os seguintes parâmentros: pico do sinal RMS (Root Mean Square) em µV e média do sinal normalizado pelo pico (%). O teste seguiu as seguintes normas: Atleta em decúbito ventral com o membro dominante para fora da maca, ombro em 90° de flexão solto e sob efeito da gravidade, a mão segurava um apoio e quando o avaliador solicitasse verbalmente a contração, o nadador fazia uma extensão isométrica do ombro com o cotovelo estendido. RESULTADOS: A idade média da amostra é de 12,23 ± 1,30 anos, com a altura média de 1,50 ± 0,12 m, com média de peso de 54,96 ± 12,32 Kg e IMC (Índice de Massa de Corporal). Os dados eletromiográficos encontrados foram: Pico de RMS na porção longa do tríceps 347,10 ± 199,28 µV; Pico de RMS no deltoide posterior 243 ± 153,93 µV; Contração normalizada pelo pico na porção longa do tríceps 52,76 ± 5,29 %; e uma Contração normalizada pelo pico no deltoide posterior de 49,49 ± 9,34%. CONCLUSÃO: Conclui-se que a atividade eletromiográfica no movimento de extensão de ombro em jovens nadadores foi maior da porção longa do tríceps braquial em relação ao deltoide posterior. Mostrando sua função fundamental nesse movimento.

Palavras-chave (máximo 3)

natação. eletromiografia. atletas.

Área

Biomecânica

Autores

Gabriela do Nascimento Duarte, Valmir Gabriel Ulisse Nunes Vieira de Souza, Katiucy Lopes Oliveira, Alice Mirelly Costa Silva, Moisés Costa do Couto